Reunião

Ainda na vibe da leitura rápida (bem, os livros tem menos de 400 pags e isso significa “rápido” pra mim) e do meu amado fantasma, Jesse, termino de reler o terceiro livro da série “A Mediadora” que voltei a apreciar nessa semana. (Após claro, deixar a leitura atual de lado, junto com as séries e até mesmo uma parte dos dramas… Procrastinando! 🙄 😂)

Título Original: Reunion
Série/Trilogia: A Mediadora #3
Autor(a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
Gênero: YA – fantasia – romance
Inicio: 02/07/19
Término: 03/07/19
Rating: 🖤🖤🖤🖤

⚠ pode conter spoilers!

Após o témino do castigo por chegar em um carro da polícia em casa, Suze ganhou como prêmio a companhia de sua melhor amiga Gina, direto de uma caótica metropole para as praias ensolaradas da Califórnia. Os meio-irmãos dela resolveram disputar a atenção da recém-chegada, enquanto isso, a mediadora precisa não só lidar com um fantasma, mas com quatro novatos.

Quatro adolescentes da escola rival morreram em um trágico acidente após saírem de um baile, eles eram conhecidos como os “Anjos”, e agora, estão em busca de vingança contra o motorista sobrevivente do outro carro metido no mesmo acidente. O garoto em questão é Michael, um aluno da classe de Suze, com aparência de nerd, bastante provocado por outros estudantes, incluindo Brad, cujo a irmã encontra-se de coma devido a um incente ocorrido em outra festa.

As coisas se complicam quando Jesse começa a suspeitar que o caso de vingança assassina pode ser bem mais do que se parece. E por mais que ele e o Pe. Dom tentem aconselhar a jovem impestuosa mediadora a não causar mais danos, as escolhas de Suze, podem trazer consequências mortais dessa vez.

Cá estamos, e eu continuo inutilmente esperando que essa garota use o bom cérebro que recebeu, esperando em vão pelo jeito). Sério mesmo, não lembro de ter tamanha estupidez com dezesseis anos! 🙄 Pra algumas coisas, talvez, mas pelo amor… Desconfie de alguma coisa menina!! Investigue antes de ir se meter onde não é chamada, pelo amor!!! (ao menos isso eu tenho conciência que eu iria fazer se tivesse no lugar dela.😏)

Enfim… Suze ganhou a companhia de Gina, e meio que perdeu a de Jesse, já que ele não aparece tanto quanto o costume por conta de sua amiga. Seus meio-irmãos estão agindo mais bobos que o normal, fazendo gracinhas pra atrair a atenção da convidada… O que suze não consegue compreender é o fato que a amiga parece apreciar bastante essas tentativas.

Quando ela decide se meter em uma implicancia de alunos (bullying aliviado), acaba ganhando um “perseguidor”. Incialmente ela quer fugir dele até decobrir que o mesmo possa estar sendo alvo de traquinagens mortais provocadas pelos novos fantamas, e é quando Jesse a manda colocar no garoto.

Mas e se os fantasmas não forem o real perigo dessa vez? Bem, sim, eles estão tentando matar alguém, é errado, claro! Mas e se aquele que todos pensam ser inocente não for de fato? Seja lá qual for a verdade, a mãe de Suze não pode ver os fantasmas, entretanto consegue ver Michael e deixa claro que não quer sua filha andando de carro com o mesmo.

E se a mãe não estar por perto para fazer valer sua vontade… Jake está. Porque uma coisa que Suze notou desde a chegada de Gina foi a mudança de personalidade que seu meio-irmão adquiriu, inclusive a nova mania que ele tem de chamar sua mãe de “mamãe”. E como já disse algum poeta morto, não é só de boas escolhas que se vive a vida… E temos Suzannah pra provar isso!

Destaques desse livro:

▪ Pe. Dom finalmente voltando a ativa após seu período de “recesso” (amo esse velho!);
▪ A imaginação de Suzannah correndo solta em relação a Jesse 😍
▪ Mestre/David sempre com seus comentários impressionantes nos momentos certos;
▪ O amor “fraternal entre irmãos”.. Uma coisa linda de se ver/ler sempre! 😂
▪ Me diga mesmo porque essa criatura acredita em todo mundo mesmo sabendo o que sabe?! 🤔🙄
▪ Jesse e suas declarações inusitadas, em momentos rápidos, mas que nos fazem suspirar mesmo assim 😍
▪ Suzannah e sua capacidade para ter os piores pseudo-namorados 😂
▪ Momentos profundos entre um Pe. e uma adolescente… (amo!)
▪ A capacidade de agir sem pensar dessa garota continua me surpreendendo!

🔲Até a próxima!

O Arcano Nove

Continuando a reler essa série que amo (“A Mediadora”, caso vocês não lembrem 😂), terminei o segundo livre e já me peguei com o terceiro… Por serem livros não tão grossos, eles são bastante rápidos de se ler. 😉

Título Original: Ninth Key
Série/Trilogia: A Mediadora #2
Autor(a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
Gênero: YA – fantasia – romance
Inicio: 02/07/19
Término: 02/07/19
Rating: 🖤🖤🖤🖤

pode conter spoilers!

Após sobreviver aos ataques de Heather e mandá-la dessa para melhor super à força, Suze é repreendida pelo Pe. Dom que quer tentar fazê-la entender exatemente o que é ser uma medioadora e como ela deveria agir nessas situações. Já que o Pe. não acredita que usar a violência é um bom método de mediar os fantasmas.

Além disso, a festa de Kelly rendeu alguns frutos: Suze teve uma reação alérgica pavorosa a uma planta, mas acabou conhecendo Tad, um garoto que parece bastante inclinado em se tornar seu namorado. Isso claro, se a garota conseguir lidar com duas coisas que parecem estar no meio do seu caminho:

Primeiro, o fato de Suze acabar conhecendo o pai de seu “futuro namorado” devido a uma fantasma gritante que a acordou durante à noite com uma mensagem inusitada: “diga que ele não teve culpa da minha morte“. O problema é que o homem é um tanto estranho e, parece ter sim culpa de algumas mortes.

Segundo, Jesse. Nosso lindo fantasma resolveu ser testemunha do primeiro beijo de Suze e parece não ter gostado nenhum pouco desses “avanços”, agindo como ela mesmo diz como “um namorado ciúmento”.

“Eu posso estar morto há cento e cinquenta anos, Suzannah, mas isso não significa que não saiba como as pessoas se despedem. E em geral, cada um fica com a língua na própria boca.”

Como confusão nunca é demais… Os amigos de Suze acabam levando-a para conhecer a “médium” da cidade, que por acaso, também é tia de Cee Cee, a mais nova amiga da mediadora. Enquanto a médium supostamente falhava em sua performance, já que repetidamente tirava a mesma carta em seu tarô, “O Arcano Nove“, Suze acaba invocando sem querer o espirito de uma das supostas vítimas de Red.

Então, as cituações complicadas se acumulam quando a própria mãe da garota fica extremamente radiante com a possibilidade de sua filha, enfim, ter um namorado e uma vida social mais ativa. E como sempre, haja problemas para Suze resolver em pouco tempo, ainda mais quando ao que parece ela deu a mensagem do fantasma para a pessoal errada, atraindo a atenção de quem não deveria.

Tenho que dizer que a Suzannah, por mais adolescente que seja, é um tanto quando imprudente e bastante idiota… 🙄 Me explica mesmo, porquê essa criatura não investiga um pouco o povo antes de sair por aí dando as “mensagens dos mortos” para os vivos?! 🤔 Ela com certeza seria capaz de se meter em menos confusões se fizesse isso, ou ao menos saberia bem onde está se metendo…

Não é a toa que o pobre Jesse vive preocupado com ela… Falando em Jesse, ah, essas cenas de ciúmes… maravilhosas!!! Tenho certeza que nem o Patrick Swayze (naquele filme dos anos 90, “Ghost”) me fez suspirar tanto quanto o Jesse me faz. 😍 Simplesmente amo!

Vamos aos detaques desse livro:

▪ O pai dela, finalmente, deu as caras (não que tenha sido de grande ajuda, como ela mesmo diz…)
▪ o pai dela x Jesse 😂
▪ Jesse ciumento 😍
▪ Pe. Dom x Suze sobre o Jesse
▪ A capacidade que essa garota tem de não usar se quer 0.00005% do cérebro 🙄😒 é realmente impressionante!
▪ Mais apariçõe do Brad, e claro, do David 😍
▪ Aparecimento de novos poderes?! Hum…. 🤔 Será?!
▪ Boas noticías “made in NY

🔲 Partiu próximo livro!

A Terra das Sombras

Quem era adolescente em plenos anos 2000 e nuncaa leu um livro se quer da Meg Cabot?! Quanto a série que a fez ficar conhecia, “Diário de Uma Princesa“, apesar de ter lido todos (e claro, visto os filmes) não sou particularmente assim tão fã dela. Ao contrário de outras séries da autora… Incluindo a série “A Mediadora” que simplesmente tem um lugarzinho no meu coração. E como estou de férias (e como sempre procurando sarna pra me coçar… 🙄) resolvi reler a série novamente.

*”Sarna pra me coçar” simplesmente porque assisto mil dramas ao mesmo tempo; tenho minhas leituras atuais; fora as legendas que voltei a fazer.. 😂

Título Original: Shadowland #1
Série/Trilogia: A Mediadora / The Mediator
Autor(a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
Gênero: YA – fantasia – ficção
Inicio: 01/07/19
Término: 02/07/19
Rating: 🖤🖤🖤🖤

pode conter spoilers!

Suzannah, ou Suze, está trocando o caos e o frio de uma grande metropole, além de sua melhor amiga, pela ensolarada Califórnia. Isso porque após anos da morte de seu pai, sua mãe decidiu se casar novamente, então, agora ela tem um padastro, três meio-irmãos e um cachorro que mais parece um urso. E de brinde, ela ainda ganhou um inquilino em seu próprio quarto: um fantasma bonitão chamado Jesse.

Pois é, fantasma… Suze é uma mediadora. Alguém com o dom, ou maldição dependendo do ponto de vista, de poder ver os mortos, e não só vê-los como também ser capaz de tocá-los. Ela é encarregada de ajudá-los a passar para o outro lado, alguns facilitam sabendo o que os prendem ao mundo dos vivos, outros complicam não sabendo nada de nada… E há outros como Heather, a recém suicida que vaga pelos corredores de seu colégio planejando vingança contra o ex-namorado dela (e para qualquer um que resolva se meter em seu caminho).

Talvez por eu ter gostado muito dessa série quando li a primeira vez, sem falar que já cheguei a lê-la novamente outras vezes anos atrás, mas fiquei surpresa com o quanto que lembrava do primeiro livro… Sério mesmo! Geralmente costumo lembrar mais dos últimos livros ou detalhes em geral da série inteira… 😂

Suze é uma garota adolescente que gostaria, na maior parte do tempo, ter uma vida como uma adolescente qualquer, ou seja, sem ter que se preocupar em ser atazanada por fantasmas em qualquer lugar que vá. Ainda assim, esses pensamentos vivem em constante mudanças (basicamente variam de acordo com o humor dela), pois é graças a essa capacidade que ela pode rever seu pai falecido e claro, conhecer o Jesse.

Tanto o pai dela quanto o Jesse não aparecem tanto quanto eu gostaria nesse livro… O que dá pra entender, claro, por se tratar do primeiro livro… Ainda estão conhecendo o território assim como a Suze está começando a conhecer seu novo lar. (Lembro de cenas dos próximos livros hilárias que incluem o pai dela!! 😂)

Ainda assim, já começamos a ter uma noção do quanto um fantasma é capaz de roubar o coração de alguém (sim, estou falando do meu próprio e não da Suze). O misterioso Jesse que é literalmente apanhado de surpresa e atacado com o mau humor juvenil, e apesar disso, ainda tenta ao seu modo, proteger aquela garota imprudente. Mesmo que na maior parte do tempo, sem ela mesma notar.

Claro que tenho que falar sobre os meio-irmãos da Suze: Soneca (Jake), Dunga (Brad) e Mestre (David). Dando destaque para a fofura que é o garoto gênio de doze anos que é capaz de comprender coisas que nem ao menos ele sabe exatamente o que significa. Os irmãos mais velhos são um tanto apagados nesse livro, apesar de se fazerem presentes em diversas ocasiões.

Mas o pequeno David é quem ganha a estrelinha de ouro aqui… O mini gênio é o irmão favorito da Suze, sem falar que é o único a acreditar que o quarto da irmã é assombrado por um fantasma.. Chegando até a juntar toda a coragem que alguém da sua idade possa ter e oferecer para salvá-la de tal assombração.. Simplesmente um pequeno fofo! 😍

Outro destaque merecido para o Padre Dominic, o diretor da nova escola da Suze e igualmente mediador. Os métodos dele em executar as tarefas de seus dons são completamente diferentes dos usados pela garota, então, não preciso dizer o quanto de problemas que está por vir, não é?! Um preza pela violência, o outro pela compaixão… Um vê o trabalho como um dom, o outro como uma ameaça a sua paz e sanidade mental… Só tenho a acrescentar os futuros risos e confusões que essa dupla nos trará!

Mal posso esperar para relembrar a trajetória de Suze & Jesse!! 😍
E se você não leu…
🔲 Fica a dica!