The Game: Towards Zero (2020)

Hellou!

Deu pra notar que não ando lendo nenhum livro essas semanas, né? Estou até com vergonha de mim mesma por isso. Não terminei os dois que comecei a ler e nem cheguei a começar uns que ganhei recentemente. #FAIL
Ando focando mais nos dramas, sem muita “vibe” pra ler, mas agora que estamos na crise do corona vírus e minhas aulas foram suspensas talvez volte a ler alguma coisa… Enquanto isso, seguiremos com os dramas
😆
e não esqueçam de lavar bem as mãos!

Leia mais »

The Untamed (2019)

Hellou!

Como uma boa viciada em cdramas históricos, eu tinha colocado esse drama na minha enorme lista de ‘quero ver’ no ano passado. E quando ele de fato começou, ao invés de me juntar as inúmeras pessoas surtando por ele, acabei escolhendo outros dramas pra dedicar minha atenção. Só nesse ano foi que finalmente decidi dar uma chance pra ele. Decidi a passar meu carnaval “maratonando dramas” e fui logo atrás dos episódios desse aqui. E sim, percebi logo nos primeiros episódios que o surto coletivo ano passado era totalmente justificável.

Partiu?! 😆

Leia mais »

Find Yourself (2020)

Hellou!

Se você é como eu que não vê nenhum problema em dramas que a protagonista é mais velha que o “mocinho”, corre para conferir esse cdrama lá no netflix! Se você assistiu o drama coreano de 2018, “Encounter“, esse detalhe (e outro que vou citar depois) são os únicos semelhantes entre os dramas, ok? Estou avisando logo, porque vi diversos comentários na internet de gente dizendo que esse cdrama era uma adaptação do kdrama, e não é.

A história de uma mulher que vive sob pressão da mãe por já ter “passado da idade de casar”, seu relacionamento com um homem mais novo e as pressões que ela sofre da sociedade por conta disso.

Como eu disse lá em cima, esse drama não é uma adaptação chinesa do kdrama Encounter, mas como vi vários comentários sobre isso na internet vou citar apenas os únicos dois pontos que são semelhantes:
– o obvio, a protagonista feminina é mais velha que o protagonista masculino;
– ele trabalha na empresa que ela é a diretora.
Agora, deletem “Encounter” da memória e curtam o cdrama em paz. 😂

💬 He Fan Xing (Victoria Song) é uma mulher que nunca se apaixonou e por isso, nunca esteve em um relacionamento, ao longo dos anos ela focou apenas em sua carreira, tornando-se uma das diretoras da empresa no qual trabalha. Então ela conhece o aluno de seu irmão mais novo e o contrata como estagiário, ela tem um crush nele, mas vive escondendo por conta da diferença de idade entre eles.

(pequena interrupção: lembrem que se na coreia isso já é um assunto tabu, como viemos em Encounter, na China é ainda pior.)

💬 Yuan Song (Song Wei Long) foi aluno do irmão da Fan Xing, e sempre foi apaixonado por ela. Ele e seu professor tem uma relação de amizade do nível que ele sempre aparece para comer, jogar ou conversar na casa dos pais da Fan Xing (que é onde ela mora). Ele é fofo, competente, confiante e paciente (muito paciente… e tem que ser, bichinho!). Quando ele “desiste” de esperar a Fan Xing e partir pra cima, gente… ninguém segura esse menino!

💬 O casal…
Gostei dos dois juntos, eles tiveram química. Morria de rir nas cenas que ele dava claramente em cima dela, mas ela não sabia como reagir (ou até sabia, só não tinha coragem). Gostei da amizade entre eles também!
Nem tudo são flores, então, sim…. tive uma raiva quando as “merdas” começaram a acontecer. Apesar de entender o ponto de vista dela (ainda mais com a questão no país que eles moram), tive raivinha em vários momentos que ela ficou “em cima do muro” ou não tinha coragem de decidir por uma coisa e outra. Sem falar dos muitos momentos em que ela parecia não saber usar o cérebro… gente, que pessoa lerda pra entender os babados! 😂

💬 Ye Lu Ming (David Wang) é um solteirão que vive sendo alvo das irmãs que querem que ele case, coisa que ele não está muito disposto a fazer. Até o dia que conhece a Fan Xing (que substituiu a amiga num encontro arranjado), mas ela deixa logo claro que gosta de alguém. Não querendo perder a oportunidade, ele alega que gosta de alguém também e pede para serem amigos. Mas o objetivo dele é claro, fingir ser amigo para conseguir o que quer: sabotar o relacionamento dela atacando suas fraquezas sem que a mesma perceba.

💬 A amizade entre dois que passaram da idade de casar…
Eu tenho que admitir que eu gostava da amizade entre eles. Sim, eu sabia que ele estava só interessado em atacar disfarçadamente as inseguranças dela, dando corda para a paranoia e as preocupações que ela tinha com a sociedade… Mas ainda assim, me divertia com as cenas deles juntos. (quando ele não tava sendo um completo babaca inconveniente…) Tenho que admitir que o bicho foi esperto também, fez logo amizade que a mãe dela, ai já foi meio caminho andado…

💬 He Can Yang (Zhang Yu Jian) é o irmão mais novo da Fan Xing e vive implicando com ela, tem um rodizio de namoradas, e é muito amigo do Yuan Song. Ele mora no apartamento ao lado dos pais, o que acaba sendo o lugar de refugio da irmã dele diversas vezes. Ele faz parte do grupo de melhores amigas da irmã, sendo o único homem do grupo, ou seja, o coitado às vezes sofre nas mãos delas.

💬 Cai Min Min (Esther Yu) ela é aluna do Can Yang, além de colega do Yuan Song. Inicialmente ela é completamente apaixonada pelo amigo, até decide se declarar e é completamente rejeitada. Ela tem alguns pequenos problemas com seus professores: com a professora Song Xue (que é BFF da Fan Xing e do Can Yang) ela tem péssima notas e morre de medo da mulher; e o professor Can Yang, ela acaba cometendo uns errinhos e vira o alvo do mesmo. Mas quando ela decide se vingar dele, acaba descobrindo uns segredinhos e por sim, descobre que está interessada no mesmo. Ah, ela é sobrinha do Lu Ming (só pra dar mais treta na historia).

💬 A aluna stalker e o professor..
Mil possibilidades disso dá errado, mil possibilidades de tretas. Sim, dá errado, rola muita treta, mas é muito divertido! Começa pelo fato que a Min Min é meio doidinha e “sem filtro”. Enquanto o Can Yang, apesar do jeito dele de gostar de provocar e ser todo sarcástico, ele se preocupa com as pessoas próximas a ele. E aí, ele acaba metido nas confusões da Min Min e não tem como você não shippá-los! 😍

🔸 Gente que merece ser citado:

Song Xue (Jocelyn Zhou) integrante do grupo de melhores amigos dos irmãos He. A BFF justiceira da Fan Xing. Ela não mede esforços para proteger as amigas, e a primeira a descobrir a relação secreta da amiga com o Yuan Song, e até tenta ajudar a esconder do Can Yang. Eles trabalham na mesma universidade.

Os cachorros – gente… eu sou muito dog lover!! E esse drama aqui tem 3 cachorrinhos fofos, apesar que o 3ro não aparece tanto assim.
O primeiro fofo é o ‘filho do Can Yang‘, presente em várias cenas entre o casal protagonista que usa os “cachorros” como desculpas para se encontrarem. Logo, o segundo é o ‘filho do Yuan Song‘, uma bolinha de pêlos brancos que é muito fofo!!! E o terceiro, é o ‘filho do Lu Ming’, que é justamente usado pelo pai para se aproximar ainda mais da Fan Xing.

He Qing Feng (Fu Jia), o pai dos irmãos He – ele é aquele pai que protege e mima os filhos independente da idade deles. Ele é super próximo da Fan Xing. As cenas dele paparicando a filha são ótimas, você morre de rir das reações do Can Yang. Ele também é menos obsessivo no quesito de querer que a filha case, comparado com a esposa.

O pai do Yuan Song
– ele só aparece perto do final do drama, mas gente, morri com ele. Se eu achava a Fan Xing lerda, esse homem ganha o troféu do segundo lugar, viu? Como é que pode?! Mil anos para ele sacar os babados, precisou a mulher dele praticamente gritar na cara dele para ele somar 2 + 2… Mas quando ele sacou, que maravilhoso… Crise de riso ele brigando com o melhor amigo dele pelo filho dele!! Melhor pai! Amei a briguinha e a reconciliação.

Enfim, o drama é prato cheio para cenas fofas; ciúmes; tretas; casais paralelos; tretas familiares; tretas de amigos; tretas de qualquer tipo de relacionamento. Você rir, se diverte, shippa, tem raiva, se distrai, tem um pouco mais de raiva, quer bater em algumas pessoas, quer gritar com outras, shippa mais uma vez… 😍 Sério, assistam!

Até a próxima!

My Holo Love (2020)

Hello!

Passei um tempo imobilizada, como comentei antes (acho 🤔) e com isso as postagens dos dramas que fui terminando ficaram paradas. Felizmente, estou sem a imobilização, e pude vir dar continuidade a “programação normal” 🤣
Hoje é dia de drama da netflix, draminha esse que confesso que demorei pra começar devido a minha lista imensa de “acompanhando”. 😂

Leia mais »

Miss Independent Ji Eun

Helloouu!

Entrei na vibe de assistir aqueles webdramas/webseries curtinhas que você encontra com facilidade no youtube. E um dos que recentemente assisti foi esse aqui. Ou melhor, esses daqui. “Miss Independent Ji Eun” tem duas temporadas. Mas só fui me ligar nesse pequeno detalhe quando já estava na metade da segunda. 😅 Pra minha sorte, a única conexão entre as duas é o fato que ambas as protagonistas tem o nome “Ji Eun”.

Leia mais »

Boy For Rent (2019)

Hellooou!

Fazia um tempo que esse lakorn estava na minha lista, mas por falta de subs acabei o adiando quase eternamente…. 😂 Lakorns ainda são dramas que vejo com menos frequência que os demais. Geralmente só os procuro quando algum ator que conheço está no elenco – o que foi totalmente o caso desse. Com exceção do protagonista, Mond Tanutchai, este acabei de começar a “stalkear” 😂

Leia mais »

Serie: Bones

Helloou!!

Depois de muito pensar em qual seria a próxima série que eu iria falar aqui, decidi por uma das minhas favoritas de todos os tempos. “Bones” foi uma das séries que acompanhei desde sua estréia até o final, e sofri horrores para dar “adeus” à ela. Também foi uma das poucas séries com tantas temporadas que não desandou pelo caminho, pelo contrário, ao meu ver, foi fiel e ainda teve criminosos que conseguiram surpreender.

Leia mais »

Serie: Parasol Protectorate – Gail Carriger

Apesar de gostar muito dos livros de fantasia, sobrenatural e ficção, nunca tinha lido estilo “steampunk“, ou seja, não fazia a menor ideia do que era isso.

Steampunk também conhecido como Vapor Punk é um subgênero de sci-fi, que ganhou fama no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Trata-se de obras ambientadas no passado, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na história real (ou em um universo com características similares), mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época – como, por exemplo, computadores de madeira e aviões movidos a vapor.”

(definição segundo o wikipedia)

Meu primeiro contato com o gênero no mundo literário foi através dessa série da Gail Carriger. Eu já tinha lido os dois primeiros livros dessa série um tempo atrás, mas tive que voltar à eles para dar continuidade na história, pois já não sabia em que pé acabou cada livro. E como li em sequência, vou fazer um post único, meio resumão da série toda, ok?

Leia mais »

Serie: Ninguém Tá Olhando

Procurando uma série de poucos episódios para assistir enquanto esperava meu voo mês passado, acabei esbarrando nesta aqui no Netflix. Primeiro não achei que fosse brasileira, simplesmente porque não reconheci praticamente ninguém do elenco principal (sim, sou suuper desligada sobre esse “povo novo” no mercado). Achei que fosse algo em espanhol mesmo.

Enfim, essa é uma série de comédia (que normalmente não vejo…) com oito episódios. Rapidinha de se ver…

Leia mais »

Moon Called – Patricia Briggs

Faz muito tempo que quero começar essa série, mas acabo passando outros livros (ebooks) na frente. Sempre gostei de livros que envolvessem o sobrenatural, a fantasia e até aquelas pitadas de romance, e toda vez que via em algum canto comentarem sobre a Patricia Briggs, achava que ela seria uma autora que traria isso para mim.
Como acabei viajando em Janeiro e seria impraticável levar vinte livros na mala, peguei meu kindle e fui dar – finalmente – uma chance para os ebooks encalhados ou simplesmente esquecidos dentro dele.

Leia mais »