Moon Called – Patricia Briggs

Faz muito tempo que quero começar essa série, mas acabo passando outros livros (ebooks) na frente. Sempre gostei de livros que envolvessem o sobrenatural, a fantasia e até aquelas pitadas de romance, e toda vez que via em algum canto comentarem sobre a Patricia Briggs, achava que ela seria uma autora que traria isso para mim.
Como acabei viajando em Janeiro e seria impraticável levar vinte livros na mala, peguei meu kindle e fui dar – finalmente – uma chance para os ebooks encalhados ou simplesmente esquecidos dentro dele.

Pelo que entendi, existem duas séries da Patricia Briggs que faz parte do mesmo universo. Então, ao invés de ler as duas separadas, resolvi seguir a cronologia desse universo “Mercy Thompson World”. Este é o primeiro livro.

Mercedes Thompson, vulgo Mercy, é uma talentosa mecânica de Volkswagen morando na área de Tri-Cidades em Washington. Ela também é uma “walker“, um ser mágico que tem o poder de se transformar em um coiote selvagem.
O vizinho de Mercy é um lobisomem. Seu antigo chefe um “gremlin“. E seu mais novo cliente, um vampiro. Este é o mundo de Mercy Thompson, um que parece muito com o nosso, mas é povoado por essas coisas que saem à noite. E a conexão de Mercy com essas coisas está prestes a colocá-la em sérios problemas…

Ter os lobisomens como protagonistas dessa série, já foi um dos motivos que me fez querer ler esse livro. Lembrei-me bastante de uma série que amo envolvendo lobos da Maggie Stiefvater (apesar que essa os lobos não eram lobisomens de fato… mas se você já leu, deve ter entendido o que quer dizer).

Mercy é uma mulher que trabalha como mecânica, e só por isso, já poderia ser considerada uma protagonista diferente, mas a cereja do bolo está em sua verdadeira natureza. Por ser praticamente a única da sua espécie, ao menos que ela saiba, ela acabou sendo criada em uma alcateia de lobos, a família Cornick. E mais tarde, teve sua independência. Seu lema de vida é não se meter com os lobos ou em nenhum outro problema com seres predadores, a não ser que esse problema envolva carros.

Então, um belo dia, ela acaba ajudando um jovem, Mac, que claramente está encrencado e pra piorar é um recém formado lobisomem. Mas ele é um bom garoto e um bom trabalhador, apesar de seus instintos quererem manda-lo pra longe, ela se vê o ajudando. Até que os perigos seguirem o garoto até sua porta, a casa do líder de lobos local é atacada (vulgo seu vizinho) e a Jesse, a filha deste é sequestrada.

Suspeitas sobre os culpados do ataque recaem sob os próprios lobos da alcateia e tanto ela quanto Adam, o Alpha ficam sem saber em quem confiar. Partindo em busca da jovem desaparecida, eles descobrem que as coisas não são como parecem. Enfiar os Cornick naquela confusão era a última coisa que queria, mas com a confusão tomando grandes proporções, o Marrock, líder dos Lobos na América, precisa tomar à frente. E Mercy se vê no meio de uma disputa entre seu vizinho Adam, um vampiro e seu ex-namorado lobo-dominante, Samuel (quase um alpha, mas como o pai dele é o alpha líder, bem…).

💬 Ponto 1: Patricia Briggs sabe envolver você na história. A narrativa é envolvente, por ser um primeiro livro, tem aqueles momentos explicativos sobre este novo “universo”, mas sem torna-lo cansativo. O discurso tem doses de comédia, flerte e tretas, muitas tretas.
💬 Ponto 2: Personagens que você fica querendo mais… Tipo, o amigo vampiro e o próprio Adam.
💬 Ponto 3: Primeiro livro ainda (e evitei spoilers dos próximos), mas já estou shipando a Mercy com o Adam (Alpha Lobo da casa do lado) 😍
💬 Ponto 4: um monte de macho alfa ao redor, e claro que quase todos querem mandar na Mercy… Entretanto, agradeço a Patricia por ter feito essa personagem desbocada que não quer receber ordens de Sr. Ninguém.
💬 Ponto 5: Sim, me diverti horrores com as briguinhas entre o Adam e o Samuel… (sem falar do vampiro que também resolver entrar nessa briga) Até mesmo os comentários dos outros personagens que notaram a situação ou simplesmente acrescentaram aquele toque de humor.

⚠ A série também tem sua versão graphic novel (que gostaria muitíssimo de por minhas mãos nela… 😂)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s