Making Family

Sempre que tenho um artista favorito tenho mania de sair atrás de todos os trabalhos que ele fez… E como vocês já bem sabem, eu sou fã da Kim Ha Neul, e ela acabou fazendo lá em 2016 esse filme Chinês-Coreano.

Fiquei super curiosa na época por ser uma parceria entre dois países que falam línguas diferentes. Claro que a voz da Kim Ha Neul acabou sendo dublada, mas ainda assim… Depois de ver tanto cdrama, digamos que mal senti. 😂

Título Original: 非常父子档 / Fei Chang Fu Zi Dang
Ano: 2016
País: China – Coreia S
Diretor: Jin Mo Cho
Gênero: comédia – romance – drama
Stars: Kim Ha Neul, Aarif Rahman, Moon Mason
Rating: 🖤🖤🖤🖤

A premissa do filme é: Uma mulher independente que quis ter uma família sem precisar de um marido; um homem sem interesse algum em ter uma família; e um filho que está procurando seu pai.

Go Mi Yeon é uma mulher coreana bem sucedida que após uma tragédia decide ter um filho sem precisar de um marido e, para isso ela recorrer a inseminação artificial. Como a regra é não saber quem foi o doador, ela nunca procurou tal informação.

Mas seu filho, Go Tae Bong, apesar de amar sua mãe mais que tudo, sempre sentiu falta de um pai. O garoto usa sua inteligência para descobrir quem é seu pai biológico. E ele acaba conseguindo duas pistas: um nome e uma cidade na China (não lembro o nome da cidade, ok?)

Armado com sua mochila, uma filmadora e sua inteligência o pequeno parte em busca do pai (não sei como ele consegue fazer tanta coisa sozinho, viu? não é a toa que a mãe quase morre do coração..). E após algumas batidas em portas erradas, ele acaba na porta de Zhou Li Yan.

O homem obviamente não acredita na alegação da criança e a ignora completamente. Apenas quando a mãe do menino surge exaltada na cidade (ninguém pode culpa-la por isso!) é que ele começa a perceber que talvez, o pequeno seja mesmo quem diz ser.

E aí começam as confusões… O menino que quer – mais que tudo – conhecer seu pai; uma mãe solteira que quer a felicidade do filho; e um homem que até então não queria saber de ter sua própria família.

E apesar de todas as suas tentativas de não se envolver com os dois coreanos, sua família fica entre a felicidade – por saber que ele tem um filho – e a revolta – por saber que ele tem um filho e não ser casado 😂 Ao ser “obrigado” a conviver com ambos, Li Yan começa a perceber que eles talvez sejam aquilo que faltava em sua vida.

Não só pela atriz que gosto, mas o filme é tão 😍 de se ver… O ator mirim, Moon Mason, é simplesmente uma maravilha… As cenas com ele são maravilhosas. Ele – literalmente – rouba a cena. Sem falar que o próprio personagem dele também é igualmente maravilhoso, super esperto e decidido. Uma criança independente que vai atrás do que quer, mas ainda tem aquela inocência da idade.

O casal protagonista esbanjaram química… Da inicial amizade que se forma até enfim, o amor. O personagem Li Yan que tem diversos problemas com o pai, acaba encontrando apoio e conforto nas palavras da Mi Yeon. E ela mostrou que poderia ser uma mulher bem sucedida e mãe solteira ao mesmo tempo (coisa que é um tabu enorme lá no oriente, como bem sabemos).

Você começa o filme achando que só vai ser mais uma comédia romântica divertida, e encontra um filme bem emocionante sobre família e paternidade. O que torna você um pai? Apenas seu esperma ou algo mais?
Gostei muito!

trailer do filme

🔲 Fica a dica!

2 comentários sobre “Making Family

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s