Kiss Me (2015)

Antes de 2015 (exatamente quando saiu esse drama), eu nunca tinha assistido nenhum “lakorn” e nem sabia que era assim que chamavam os dramas thailandeses. Confesso que cheguei a tentar assistir alguma vez mais a sonoridade da lingua me agoniou e acabei desistindo. Eis que resolveram fazer mais uma versão de “Itazura na Kiss” (e como vocês bem sabem sou viciada nessa série – anime e versão Love in Tokyo” 😍) e não consegui não deixar de ver.

Foi graças a isso que descobrir que os “lakorns” podem ser bons (e lembram novelas mexicanas 😂), além de conhecer a existência do shipper #AoMike (como os fãs shippam o casal de protagonistas na real!) E se não estou enganada, isso começou na época que eles protagonizaram outro remake, dessa vez coreano, o clássico “Full House” (que logo aparece por aqui porque eu assisti na mesma época também).

Título: Kiss Me
Temporadas: S01
Nº de Eps.: 20 .:. 45 min.
Ano: 2015
País: Tailandia
Adaptado do mangá:Itazura na Kiss” by Kaoru Tada
Gênero: mangá – remake – romance – comédia
Rating: 🖤🖤🖤🖤
Onde Encontrar: viki (costumava ter com sub em PT)

Sinopse: Taliw é uma menina desajeitada que tem uma queda por um gênio popular da escola, Tenten. O rapaz acaba de voltar do Japão com sua família e intercala momentos em que a trata com bondade e se preocupa com ela com outros em que faz piadas e a envergonha na frente de todos. Os pais de Taliw e Tenten são amigos íntimos e quando a casa de Taliw é destruída ela é forçada a morar com ele. O melhor amigo dela, King, que é apaixonado por ela, está tentando o seu melhor para conquistar seu coração. Taliw também tem uma rival, Namkang, uma garota que é mais alta, mais bonita (eles acham, eu não) e mais brilhante do que ela. Namkang parece ser a pessoa perfeita para Tenten. O que Taliw vai fazer com esta situação?

Após começar o primeiro episódio, eu desistir de vez esse drama como mais um “remake” pelo simples fato que eles modificaram MUITOS detalhes.. Praticamente transformando em outro drama. Se era esse o objetivo, eles conseguiram 😂😂 Essa foi a versão que mais houve modificações pelo que eu me lembre. Felizmente, achei que deu tudo certo e acabei me apaixonando por essa versão também.

Taliw é bem aparecida com suas outras versões (‘Kotoko’ versão da Hokoka – Love in Tokyo – ainda é a que mais gosto 🤩). Ela é meio lerda, burrinha, não sabe cozinhar, não é boa nos estudos, desastrada, mas tem um grande coração. (eu só lembro do pai dela descrendo-a “ela é quase inutil, mas tem um coração bom” 😂 se fosse meu pai eu matava! 😂)

E sempre tenta fazer o seu máximo para alcançar seus objetivos  –  que como todos sabemos é conquistar o Naoki, nesse caso, o Tenten. A atriz, Aom Sucharat, soube muito bem dar vida a Taliw. Não tem como não bolar de rir com todas as tentativas da Taliw de se aproximar do Tenten. Ou as caras e bocas que ela fazia em outras cenas.

Diferente de suas outras versões, o Tenten é mais expressivo (BEM MAIS) sobre “gostar” da Taliw. Você consegue  –  de fato – ver que ele gosta dela, logo no começo. Até porque a história foi modificada e ambos se conheceram quando crianças, mas isso são meros detalhes. Entretanto, ele ainda consegue ser tão irritante e provocativo quanto o Naoki original (ou até mais 😒) 😂😂😂

Tentando lutar pelo amor da Taliw, temos o King, seu melhor amigo.

King é um amor e realmente fiquei com peninha dele, porque você sabe que ele não vai ficar com ela (ele é o Kinnosuke da versão original), mas você se pega torcendo por ele, quando o Tenten fica fazendo merda 😂😂 Ou seja, King é o cara na “friendzone” eterna. Ele sempre está ao lado da Taliw, disposto a fazer qualquer loucura para animá-la e fazê-la enxergar que existe outras opções além do gênio.

Como eu disse, eles mudaram a história, nessa versão, Taliw e Tenten eram amigos inseparáveis quando crianças. E ele sempre gostou dela. Então, algumas coisas aconteceram e eles se separaram. Ele volta para a Tailândia, mas ela não lembra dele. (e isso deixa ele com raiva…- nós entendemos Tenten!

Como nas versões anteriores, a mãe dele ainda quer muito juntar os dois (e continua meio louca). Senti que nessa versão, a mãe dele procurava entender melhor os sentimentos dele, e ela é responsável por alguns conselhos muito importantes na história. (o que a gente não via nas versões anteriores, ela era super #TeamKotoko e basicamente parecia mais mãe dela que dele 😒)

Mudanças na história a parte… Esses dois rendem muitas, MUITAS cenas fofas 😍 Acho que foi isso que me fez me apaixonar pelo lakorn. Taliw e Tenten juntos eram fofos, engraçados e fofos de novo 😍 Então, o Tenten fazia alguma coisa que nos (eu e a Taliw) deixava com raiva e odiávamos ele 😣 E então, ele era fofo de novo 😍 E isso se tornou um ciclo sem fim ❤ inevitável… 😂😂

As tiradas da Taliw com ele também eram ótimas. Ela conseguia deixar ele visivelmente sem graça às vezes… Ao mesmo tempo que – ao contrário das outras versões – ela soube se defender bem contra ele 🙏 Esperei muito por esse momento!!! Foi outro ponto que gostei muito. 😄

Taliw não aguenta calada, ela aprende a responder, se impor e de certa forma, fazer o Tenten sofrer em alguns episódios. 😛 (sinta na pele peste! 😂😂) O que achei bem feito para ele! Hunf!

Ao final do drama, acabei me apaixonando por esse casal tanto ficcional como na vida real… E me juntei aquela galera que “shippa” os dois na vida real (#AoMike), porque sim, achei os dois perfeitos juntos! Ah, e a OST, assim como “Full House” é o Mike que canta… E é igualmente viciante!

🔲 Fica a dica!
*repost*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s