The Unicorn Hunter #2

Bonan Tagon!

Continuando a última trilogia de livros que terminei de ler ano passado, àquele no mundo dos Fae (sim, sou incapaz de lembrar o nome que dão à ele no livro… hahaha) que postei o primeiro na segunda passada, ainda lembram dele?! Peguem as malas e vamos voltar para a Irlanda…

Duologia| Trilogia | Série | Saga: Feral Child Trilogy
Autor (a): Che Golden
Idioma: Inglês
Editora: Quercus
Gênero: Infanto-juvenil | fantasia
Tipo: livro
Leu em: 28/12/2020

Leia mais »

Equinox (2020)

Bonan Tagon!

Mudando a programação dessa sexta para comentar sobre essa série dinamarquesa que vi no netflix esse mês. Me interessei pelo trailer, pois a sinopse do netflix não é lá muito atrativa.
Além de uma fotografia impecável, tem seu teor de suspense e mistério, além de envolver a mitologia da região na história, o que confesso, foi uma coisa que inicialmente me deixou confusa, já que não a conheço.

País: Dinamarca
Baseado em: um podcast chamado “Equinox 1985”
Temporada .:. Nº eps:
S01 .:. 6
Gênero:
drama | mistério | suspense
Elenco: Danica Curcic | Viola Martinsen (Astrid); Karoline Hamm (Ida); August Carter (Jakob); Ask Truelsen | Joen Højerslev (Falke); Fanny Bornedal (Amelia); Alexandre Willaume (Henrik); Hanne Hedelund (Lene);

Leia mais »

Sweet First Love (2020)

Hellou Pessoas!!

Novamente na saga de comentar sobre os dramas que terminei no final do ano passado, mas não cheguei a postar aqui (fora os anteriores, mas nem vamos começar a falar sobre eles… ainda). Quem me conhece e me acompanha via twitter e aqui mesmo, sabe que tenho uma quedinha por dramas youth, principalmente se forem uma adaptação de algum novel. Para minha felicidade, esse drama é as duas coisas, mas infelizmente ainda não encontrei o novel para ler.

Título Original: 甜了青梅配竹马
Temporadas | Nº de episódios: 
S01 .:. 24 eps
País: 
China
Adaptado de: Days of Living With Handsome Brother
Autor (a): Tong Tong
Gênero: novel | youth | romance
Atores: Ryan Ren (Su Mu Yu), Kabby Hui (Su Niang Feng / Zhuo Yi Feng), Zheng Fan Xing (Le Di Yin), Gao Yu Fei (Liu Zi Hui), Kevin Xiao (Qin Yao), Liu Zhe Er (Ou Yang Yu), Wu Man Si (Ou Yang Qing Xue).

Leia mais »

The Feral Child #1

Bonan Tagon!!

E depois de passar esse mês só falando sobre os dramas ou filmes que acabei vendo no ano passado, chegou a hora de trazer ao menos um livrinho, né?! Final do ano é sempre aquela correria no dia a dia e para colocar as pilhas de livros atrasados em dia ou até os dramas mesmo. Fora os probleminhas que surgiram além desses que seriam os meus “normais”. Então, esse (2020) foi o primeiro ano que fiquei na correria pra conseguir bater minha própria meta de livros… Geralmente consigo fazer isso antes mesmo de chegar em Dezembro, mas vocês já devem imaginar porquê isso não aconteceu, né?!
Sem mais enrolação, vamos ao livro!

Leia mais »

You Are My Destiny (2020)

Hellou Pessoas!!

Ainda na sequência de colocar os dramas atrasados, principalmente os cdramas do ano passado, eis que cheguei nesse outro remake do twdrama de 2008. Pensem num drama que tem umas mil versões… E acho que já assisti a todas! hahahaha A história é aquele clássico clichê, mas dessa vez acabei vendo pelos protas… Comecei a gostar de ambos após vê-los em um cdrama histórico um tempo atrás.

País: China
Temporadas | Nº de Eps.: S01 .:. 36
Original:
Fated to Love You (2008)
Gênero: remake | romance | drama
Atores: Xing Zhao Lin (Wang Xi Yi), Liang Jie (Chen Jia Xin), Li Jiu Lin (Dylan), Jinna (Anna), Chang Long (Anson), Wang Qi (Si Qi)
Onde Encontrar:
weifansub (subs em PT)

Let’s!!!

Leia mais »

Soul (2020)

Hellou Pessoas!

Final do ano passado, mas precisamente no dia 25/12, a Disney lançou em sua plataforma de streaming esse filme aqui. Só bastou dizer “disney” + “animação” na mesma frase que obviamente quis ver, né?! (quem me conhece sabe o quanto sou fã de filmes de animação…) Então, vou falar um pouco sobre ele hoje (devido ao cronograma do blog – que finalmente criei vergonha na cara para arruamr – a postagem acabou ficando quase 2 mil anos depois que assisti ao filme, mas…).

Sinceramente, outra coisa que me atraiu para o filme foi a ambientação praticamente no mundo do jazz, pode tirar os vozeirões e me deixar só com os instrumentais que já surto horrores… jazz é maravilhoso demais!
E como sempre a Pixar+Disney trouxeram um conteúdo adulto junto com elementos fantasiosos, gosto quando eles fazem isso, mesmo que ainda tenham bestas que vá reclamar… affs!

Let’s?!

Leia mais »

Os Melhores Contos de Fadas Celtas

Bonan Tagon!

Nada como começar o novo ano terminando de ler uma coletânea com os melhores contos de fadas celtas, né?! O livro ganhei ainda no ano passado, mas só chegou em minhas mãos quando meus primos chegaram em Floresta (30/12) e o trouxeram pra mim. Tenho que admitir que fiquei bastante surpresa com a qualidade da edição, pois nunca nem tinha ouvido falar da editora em questão.

Duo | Tri | Saga | Série: Coleção Áurea – Especial Contos de Fadas #3
Autor (a): Vários Autores
Editora: Wish
Lido em: 01/01/2021

Leia mais »

Fake Princess (2020)

Hellou Pessoas!!

O ano já virou mas ainda estou fazendo meus comentários dos dramas que vi no finalzinho de Dezembro. E não foram poucos, pois minha lista de “atrasados” estava imensa. hahaha
Dessa vez, acabei vendo um cdrama histórico – fazia tempo que não via um – com aquela pegada bem “história clichê” e uma misturada de tramas políticas… Além de ser baseado em um novel.

Let’s!

Leia mais »

Secret Society of Second-Born Royals

Hellou Pessoas!!

Vamos de filme hoje?! Não faz pouco tempo que tive a coragem de assinar ao Disney+ (coragem mesmo, porque vocês viram aquele preço?! hahahah) Mas meu amor pelas produções dela foi mais forte. E sim, já vi praticamente todas as animações lançadas – falta só as que estão pra lançar hahaha – se é que conta, e recentemente comecei a rever algumas que gosto muito. Eis que um belo dia entediante e querendo algo “novo, adolescente e sem profundidade na história” me deparei com esse filme aqui.
Não sei se foi baseado em algum livro, mas bem que podia ser… Como li uma vez na internet, filmes são apenas a ponta do iceberg, e isso resume bem esse filme!

Let’s!

Leia mais »

O Fim e o Começo…

Bonan Tagon!

Chegamos ao último dia do ano… Último dia de 2020, onde a maioria das pessoas parecem achar que só por conta disso o Corvid vai embora num estalar de dedos. Parecem acreditar que acabando “2020”, o vírus vai junto… Não sei se é fé demais ou sem noção, vamos no segundo, né?!
O que dizer sobre esse ano?! Afirmar que nunca existiu quando tanta coisa aconteceu – boas e más; chamar de “ano morto”, porque ficamos quase o ano todo presos em casa?! Se tem uma coisa que esse ano me mostrou é que uma hora as máscaras caem… De todo mundo.

E quando elas caem, você tem – finalmente – a absoluta certeza de quem é aquele que está ao seu lado; quem é o seu vizinho; quem é aquele que diz ser seu amigo; quem é aquele que te quer bem e quem é aquele que mente, engana e pensa apenas em si próprio.
2020 trouxe uma pandemia para o mundo, trouxe isolamento social, trouxe momentos bons e momentos tristes.. Ganhamos e perdemos pessoas na família; aprendemos ou estamos aprendendo a lidar com nós mesmos; descobrimos que amizades não dependem de presença física; percebemos que o nosso pequeno mundo, é apenas um entre tantos universos….

Leia mais »

Julie and the Phantoms (2020)

Hellou Pessoas!

Mil anos atrás, eu vi uma série brasileira que se chamava “Julie e os Fantasmas“, era uma série curtinha com uma história meio louca, mas bem divertida de se assistir, fora a trilha sonora que era muito boa também. Então, após mil anos sem entrar no meu netflix, acabei vendo essa série “Julie and the Phantoms” e fiquei chocada por ser um remake de uma brasileira (porque como bem sabemos, geralmente, é o contrário hahahah). E apesar de não lembrar muito da série original, tinha aquele sentimento que ia curtir essa versão assim como curti a original. E sim, acabei assistindo 😉

Let’s!

Leia mais »

Perfect and Casual

Hellou Pessoas!!

E finalmente terminei de assistir um dos cdramas na minha lista de “atrasados” hahahaha Não demorei a ver porque me desanimei com a história ou algo do tipo, nem cheguei a começá-lo. Fiquei apenas acompanhando alguns trechos via instagram. Tava meio sem “animo” pra ver alguma coisa, mesmo que ao mesmo tempo ficasse procurando sobre os dramas no insta. Sim, eu sei… doida de pedra! hahaha
Nada como uma história clichê e um casal fofo para nos fazer gostar de um drama – ah claro – seus 24 episódios ajudaram bastante… Quem conhece cdrama sabe a quantidade de eps. que eles amam colocar! ¬¬

Let’s!!

Leia mais »

Então é Natal…

Hellou Pessoas!!

Mais alguém sentiu que o ano pulou do Carnaval para o Natal?! Acho que todo mundo, né?!
2020 com certeza foi um ano que ninguém esperou que acontecesse, um ano que acredito ser praticamente unanime as pessoas dizerem “cancela”, “finge que não aconteceu”. De certa forma, pra muita gente ele realmente “não aconteceu”. Metade do ano, mais da metade do povo ficou – literalmente – preso em casa, lockdown na maioria das cidades, e mesmo quando aos poucos parecia voltar a “normalidade”, não retornou tanto assim. Por mais que alguns gostem de achar que tá “tudo certo”, “tudo bem”, e “vamos é sair e curtir… dane-se o resto do mundo”.
“2020” para muitos era um novo ano de realizações ou mais um ano de sobrevivência, mas pra mim, lá no inicio, bem antes da pandemia estourar… “2020” era o “ano final”, o ano limite que estabeleci há 15 anos atrás. O ano que eu não estaria mais “aqui”. Nem no blog, nem nas redes sociais, nem no mundo real.
15 anos atrás… 2020 era para ser o meu final…

Leia mais »

The Bureau of Magical Things

Hellou Pessoas!!

Nem sempre eu fico antenada nas coisas do netflix (apesar de tê-lo), mas quando estou aqui na casa dos meus pais… Bem, praticamente acabo vendo muita coisa dele. Eis que, procurando algo leve, besta, mas com pelo menos atuações passáveis e uma história interessante, acabei por encontrar essa série Australiana.
Até agora só tem a S01 (primeira temporada) com 20 episódios, mas ao que parece, a série foi renovada para sua segunda temporada. Ah, vale lembrar que o público alvo dessa aqui são as crianças, então, não esperem uma história profunda e muito drama, ok?! hahaha (Como eu disse, estava atrás de algo “leve”)

Let’s!

Leia mais »

A vida é o que você faz dela

Hellou Pessoas!!

Se tem uma coisa que gosto muito é esses livros de “auto-ajuda” dinâmicos, ou sei lá como se referem a esse tipo de livro… (aquele outro estilo tipo “destrua esse livro” não gosto, porque fico com pena de fazer aquelas barbaridades com o livro). O fato é que eu conheci o autor “Adam J. Kurtz” na época que ele tinha acabado de lançar o livro “1 Página” (por sinal, lembro que fiquei suuper emocionada quando ele falou comigo através do instagram hahaha). E desde então, fico de olho no que ele anda lançando nas livrarias, eis que me deparo com esse aqui… E olha só… Mas uma “indireta” pra mim mesma nesse momento!

Let’s!

Leia mais »

O Limbo

“Deitado naquela cama que já deitou tantas vezes, ele parece preso num limbo, entre o presente e o passado, ou talvez, o contrário. É um tanto difícil de analisar no momento. Da mini caixa de som sai uma música discreta e suave, da janela se ouve o som dos carros e do mar… Não há silêncio, nem mesmo em sua mente. Tenta relaxar, logo, logo, o remédio fará efeito, e conseguirá dormir um sono sem sonhos, tranquilo… Não quer sonhos no momento, ultimamente eles tendem a acordá-lo na madrugada. Às vezes confuso, às vezes assustado, às vezes, quase sempre, perdido.

Sonhos que um dia se transformaram em escritos em um caderno velho, agora, ele os evita… Em sua mente não mais estável, eles andam ganhando formas. Ele os evita. Quase anseia por noites com sonos escuros e com acumulo de cores. Deita a cabeça no travesseiro quase “orando” por isso, se ele acreditasse que “orar” resolveria a questão, garanto que faria isso. Ultimamente, ele não lembra do que sonha, por vezes se sente aliviado, por vezes, triste. Sente-se nesse limbo… Sente como se perdesse uma parte de si. Sente como se não fosse ele mesmo…

Leia mais »

Emily in Paris (2020)

Hellou Pessoas!!!

Provavelmente metade – ou mais da metade – de vocês que tenham netflix já viram essa série, e bem, se não viram, tá na hora de ver. De tempos em tempos, passo um tempo longe dos streaming, com isso, meio que acabo virando uma “desatualizada” nas séries. Curtindo-as quando a grande maioria já deixou de falar nelas. Por um lado, isso é melhor, não chego a sofrer com a possibilidade de um cancelamento, pois, na altura em que assisto acaba saindo uma confirmação de renovação ou não.
Enfim, vamos para Paris?!

Leia mais »

Esperanto?!

Hellou’ Pessoas!!

Sobre a última postagem (sexta-feira) é uma sessão nova que resolvi começar aqui no blog. Pensei que se já havia aberto essa aqui contando um pouco mais sobre mim, por que não trazer textos meus também, né?! Alguns terão continuação (nas próximas postagens referidas), outros não. Espero que gostem! Também quero aproveitar para treinar minha “escrita criativa” com eles. Se gostarem deles, conto com seus comentários positivos! ^^

Sexta foi sexta, e hoje já é outro dia (sério Anna?! nem tinha notado! ¬¬ ). Ignorando esse meu comentário óbvio vamos ao assunto de hoje. Pra quem me conhece na real, ou leu meu “perfil” ao lado direito aqui do blog viu que me interesso por idiomas. Amo de verdade e me interesso muito em aprendê-los! Como todo mundo, tive que optar entre “inglês” e “espanhol” nos tempos de escola, e confesso, espanhol não é a minha praia. Tipo, eu consigo entender textos e até mesmo se falarem comigo nessa língua, mas daí a responder num nível além de “portunhol”, bem, não. hahahah Inglês é minha praia; Espanhol são as praias habitadas pela minha mãe, irmão e a Bruce)

Mas não é de “inglês e espanhol” que vou comentar hoje. Após aprender inglês (e continuar aprendendo, já que é um estudo que nunca pára), meu amor pela ásia me levou ao japonês. Na época, ainda era criança e morava em Maceió/AL, ou seja, minha fonte de aprendizado era animes e mangás (foi assim também que acabei conhecendo os jdramas – caminho sem volta como bem sabem!). Apesar de aprender alguns vocabulários não fui tão longe, e acabei deixando de lado. Anos mais tarde, mergulharia nos cdramas e a partir daí, surgiu meu interesse pelo mandarim. Mas também não é dele que vou comentar (ao menos, não hoje…)

Durante meu tempo em Floresta/PE (naquele período de eleição), não lembro exatamente como o assunto surgiu, mas eu e mamis acabamos conversando sobre Esperanto. E gente, eu nunca, ABSOLUTAMENTE NUNCA, tinha ouvido falar dessa língua. Eis que curiosa como sou fui catar mais sobre ela, e bem, sim, é sobre isso que queria comentar com vocês! Meus dias com Esperanto…

Lets?!

Leia mais »

A Torre de Marfim

Há um tempo atrás, imaginava-se livre ao mesmo tempo que preso em uma torre de marfim. Através de sua única janela, admirava as cores e possibilidades que não tinha coragem de ir atrás. Solitário, mesmo com pessoas ao seu redor. Encontrou uma paz silenciosa dentro de si mesmo, vestiu-se com máscaras que o protegiam do mundo lá fora. Sentia-se um prisioneiro e fez daquela sensação sua companhia constante. Sonhava com o dia que pularia daquele janela, estirando as asas contra o vento em direção ao horizonte que sumia de encontro ao mar; ou talvez, atingisse as águas quentes e desaparecesse na escuridão de tons verdes e azul. Aqueles tons que se mesclavam, lhe traziam esperança, medo e desejo.
E no final, nada além de um sonho…

Leia mais »

Vitorianas Macabras

Hellooou Pessoas!

Assim como minha lista de dramas atrasados, minha cabeceira começou a juntar livros não lidos… #triste (cabeceira não, o lado contrário da minha cama mesmo hahaha) Ganhei, me dei e recebi alguns do clube intrínsecos, mas estava sem muito ânimo para ler qualquer coisa. Só nas últimas semanas (perto do fim de Novembro) foi que comecei a me reanimar com as coisas que sempre me animaram. E junto a essas coisas, estão àqueles livros, daquela editora, nos quais vivo gritando por ai que amo: Darkside.

Quem me conhece sabe que sempre fui grande fã de livros de suspense e terror, assassinatos sempre me chamam atenção nos livros, principalmente se o culpado é no mínimo inteligente (acreditem, alguns são quase uma vergonha alheia que não sei como não são descobertos mais rápidos… ¬¬).
Então, quando eu vi esse livro aqui, claro que eu o quis muito… E não tardei a me dar de aniversário – mentira, demorei até o meu niver pra me dar e só fui terminar de ler essa semana… hahahah

Lets!

Leia mais »